Teste de QI



QI baixo e QI alto
     Alguns problemas tem como fator de risco o alto ou baixo nível de QI. Veja os alguns:
 
 
 seta.jpgQI baixo
 
  •  Problemas Cardíacos
     A partir de algumas pesquisas, entre elas a do “Britain's Medical Research Council”, descobriu-se através da coleta de dados pessoais e do QI, que entre os nove fatores de risco que envolviam os problemas cardíacos, em primeiro lugar veio o cigarro , e em segundo estava o baixo QI.

A explicação é dada de duas formas:

1. Uma pessoa com alto QI toma atitudes mais inteligentes em relação à saúde, aplicando todo seu conhecimento em hábitos saudáveis.

2. O baixo QI já é um indício de que alguma coisa não está correta no corpo da pessoa, e por não ter algo certo, é possível identificar determinados problemas de saúde. Mas isso não significa dizer que ter o QI baixo causa problemas cardiovasculares, apenas ajuda a indicar sua existência.

  • Suicídio

     Cientistas mostram como o baixo QI aumenta o risco de suicídios entre jovens. Entre todos que realizaram o teste, os que obtiveram pontos abaixo da média, tem entre duas a três vezes mais chances de praticar o suicídio. Isso ocorre, porque a performance intelectual de uma pessoa está relacionada à desordens psiquiátricas, entre elas a esquizofrenia e a depressão. A inteligência entre suas variadas formas de atuar, pode ter um grande impacto nas hipóteses que alguém tem durante a vida, seja à nível profissional, como financeiro e emocional, e todos esses fatores podem ser determinantes para um suicídio.

  • Infidelidade

     De acordo com a análise em duas grandes pesquisas americanas de Satoshi Kanazawa, especialista em psicologia evolutiva, ele definiu que os “homens inteligentes estão mais propensos a valorizar a exclusividade sexual do que homens menos inteligentes”. Segundo o autor, pessoas que possuem baixo QI não acreditam na importância da fidelidade em uma relação. Mas ele foi ainda mais longe, sua teoria baseia-se no conceito de que, com o tempo e com a evolução, os homens foram deixando de ser polígamos, mas essa idéia é uma idéia revolucionária, e somente as pessoas mais inteligentes estariam inclinadas à adotá-la, e se tornarem “mais evoluídas”. Kanazawa diz que pessoas com baixo QI são menos “abertas” à novas práticas.

setaverde.jpgQI alto

  • Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

     Estudos mostram que muitas pessoas que tem o QI alto, possuem TDAH. As características são a desatenção, inquietude e impulsividade. Dependendo do nível, há tratamentos com medicamentos como a ritalina, e a modafinila.
 
Principais sintomas:
 
      Mudar o foco da atenção rapidamente, não conseguir se concentrar, mexer as mãos e os pés quando sentado, agitação, sensação interna de inquietude, responder perguntas antes de concluídas, não ficar sentado por muito tempo, entre outros.


Curiosidade!


     Richard Lynn autor de diversas pesquisas em torno de raça, religião e inteligência, diz que há uma grande relação entre QI alto e ateísmo. Segundo ele, as pessoas com um QI maior estão mais propensas a questionar dogmas religiosos, e o nível de educação entre elas também é maior, portanto possuem um acesso maior à teorias alternativas contrárias à existência de Deus, e à criação do mundo.