Criança LendoQuociente de Inteligência, é o famoso QI, utilizado para medir nossas habilidades intelectuais. Para saber se estamos abaixo, na média, ou acima, é preciso fazer um teste, na maioria das vezes realizado por psicólogos com o objetivo de medir o nível de capacidades cognitvas.

É importante frisar que o teste não avalia todas as áreas de conhecimento de uma pessoa. Grande parte dos testes de QI na internet não são confiáveis como avaliadores, portanto é necessário ter bom senso.

Mas o que determina sua inteligência? Quais são as suas melhores capacidades? Segundo o psicólogo Howard Gardner, existem 8 tipos de inteligências que podem ser desenvolvidas de habilidades adquiridas durante a vida ou herdadas geneticamente.

Capacidades Cognitivas

Habilidade espacial: habilidade para visualizar a manipulação de formas.

Habilidade matemática: habilidade para usar a lógica e solucionar problemas.

Habilidade de linguagem: habilidade de reconhecer palavras mesmo com as letras embaralhadas ou removidas, e concluir frases.

Habilidade de memória: habilidade para lembrar e resgatar informações apresentadas visualmente, ou pela audição.

Diferente do que muitos pensam, o teste de QI não mede a quantidade de conhecimento, e sim a habilidade de entender ideias, ou seja, aprender mais não aumenta o QI, mas exercitar a mente auxilia no desenvolvimento de determinadas habilidades cognitivas.

Entre em nosso site e entenda melhor sobre o que é o QI, saiba como funcionam os testes de inteligência, vejam quais famosos possuem o QI alto, etc.

História do Teste 

Livro EstudoOs primeiros testes de inteligência foram desenvolvidos na China no século V, mas só começaram a ser realmente usados de forma científica na França durante o século XX. Alfred Binet e Theodore Simon em 1905, criaram a Escala de Binet-Simon, com o objetivo de identificar estudantes que talvez precisassem de uma ajuda diferencial durante a aprendizagem escolar. A partir dessa escala, assumiram que os resultados mais baixos no teste, indicava a necessidade de uma intervenção maior dos educadores e professores, o que não significava que esses alunos eram incapazes de aprender, apenas precisavam de mais atenção e dedicação.

Em 1912, foram criados os termos “idade mental” e “idade cronológica” pelo estudioso Wilhelm Stern, que sugeriu o cálculo do QI da seguinte forma: divisão da idade mental pela idade cronológica.

Idade cronológica: É a idade calculada desde o dia em que você nasceu, ou seja, a que consta em seus documentos de identidade.

Albert Einstein

Albert Einstein é um notável cientista e físico alemão que publicou a teoria da relatividade. Ganhou o Prêmio Nobel de Física em 1921 e sempre é associado a inteligência. Em 1955 ele faleceu deixando pesquisas, descobertas e um QI tão alto que é reconhecido até hoje como um dos mais notáveis. Ele elaborou um teste de qi e afirmava que apenas 2 % da população seria capaz de resolver. Veja mais sobre fazer teste de qi!

Classificação do QI

De acordo com Lewis Terman, que propôs que o qi era obtido com a multiplicação de 100 pela idade mental (IM) dividida pela idade cronológica (IC), a classificação ficaria da seguinte forma:

Acima de 140: genialidade

121 a 140: Inteligência muito acima da média

110 a 120: Inteligência acima da média

90 a 109: Inteligência média

80 a 89: Embotamento

70 a 79: Limítrofe

50 a 69: Cretino

20 a 50: Imbecil

Abaixo de 20: Idiota

 

Fórmula: QI=idade mental

idade cronológica x 100

 

Mulher EstudandoPara determinar o QI (Quociente de Inteligência) de uma pesso, esse teórico fazia testes com perguntas que incluía problemas matemáticos e outros assuntos. Ele queria absorver uma inteligência caracterizada como geral que não poderia ser mudada com a educação, o trabalho ou o convívio familiar (influências externas). Sua pesquisa fez muito sucesso nos EUA sendo aplicadas em vários alunos e auxiliando os docentes do país no encaminhamento de alunos para áreas de formação.

Durante a primeira guerra ele trabalhou avaliando soldados por meio de testes. Algumas pessoas afirmavam que o teste de qi era essencial para determinar o emprego e futuro de uma pessoa. Apesar do teste não ter adquirido essa conotação, tornou-se muito utilizado em todo o mundo.

Já no fim da década de 30 David Wechsler foi responsável pela criação do primeiro teste de qi feito exclusivamente para adultos, com a média de resultados na base de 100. Esse estudo não leva em conta a idade mental porque não condiz com uma avaliação para adultos.

Acima de 127: Superdotado

121 a 127: Inteligência Superior

111 a 120: Acima da Média

91 a 110: Inteligência Média

81 a 90: Embotamento ligeiro

66 a 80: Limítrofe

51 a 65: Debilidade Ligeira

36 a 50: Debilidade moderada

20 a 35: Debilidade severa

Abaixo de 20: Debilidade profunda

De acordo com a Sigma Society (Associação internacional que realiza trabalhos culturais, educacionais e assisteniais):

Acima de 200: Imensurável

185 a 200: Gênio Universal

176 a 185: Gênio altamente criativo

164 a 176: Gênio criativo

151 a 164: Gênio

142 a 151: Muito talentoso

135 a 142: Superdotado

127 a 135: Inteligência muito acima da média

116 a 127: Inteligência acima da média

82 a 116: Inteligência média ou normal

Abaixo de 82: Falta e dados para avaliação

Matrizes Progressivas de Raven: Esse teste usado para avaliar o quociente de inteligência foi criado por John Carlyle Raven na Escócia e publicado em 1938. Ele aplicava matrizes de figuras com um padrão lógico entre elas.

Mensa Brasil: Mensa é uma associação formada por pessoas que possuem um QI alto no país. Surgiu na Inglaterra em 1946 e possui filiais em diversos países do mundo. Segundo a própria organização o intuito é promover a inteligência em prol da humanidade com a criação de um ambiente favorável ao intelecto. Eles fazem testes e avaliações admissionais em algumas cidades brasileiras com o auxílio de psicólogos.